Presidente Prudente registra índice extremo de radiação ultravioleta

uva_uvb

Período entre 10h e 15h é o mais crítico, segundo climatologista.
Previsão é de que valores permanecem altos até sábado (25).

De acordo com informações do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (Cptec), a radiação ultravioleta em Presidente Prudente alcançou o índice extremo por volta das 12h deste domingo (19). Segundo o climatologista Vagner Camarini, isto foi possível graças ao número menor de nuvens no céu durante a tarde.

“Com o dia mais limpo, os raios passam diretamente pela atmosfera e atingem a superfície. Isso faz com que os valores de UVA e UVB sejam maiores, principalmente entre 10h e 15h”, comenta.

Camarini explica que pela localização geográfica e pelo período de verão, Presidente Prudente tende a ter índices altos. “O que acontece, muitas vezes, é que as nuvens bloqueam a intensidade dos raios”, declara.

Segundo o Cptec, a previsão é de que a radiação extrema permaneça até o próximo sábado (25). Ela deve alcançar o nível 14 a partir da quarta-feira (22), caso o tempo se mantenha limpo. É classificado como baixo registros abaixo de 2; moderados aqueles entre 3 a 5; alto para 6 e 7; muito alto entre 8 e 10; e extremo a partir de 11, de acordo com recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

O Índice Ultravioleta é calculado a partir da concentração de ozônio, posição geográfica, altitude da cidade, hora do dia, estação do ano, condições atmosféricas e tipo de superfície.

Redução
Por volta das 13h30, com a nebulosidade maior, o índice caiu para 9, considerado muito alto. A umidade relativa do ar é de 40% e a temperatura chega aos 31º C, segundo o Cptec.

Vinícius Pacheco

Do G1 Presidente Prudente
 

Dê a sua opinião!

%d blogueiros gostam disto: