A Corrente do Bem

Criado pelo australiano Blake Beattie, em 2006, o movimento Pay it Forward Day (A Corrente do Bem) tem como proposta motivar as pessoas a incluir práticas de gentileza e generosidade no cotidiano. Inspirado na obra Pay it Forward, de Catherine Ryan Hyde, a ação – que contou com a adesão de 250 mil pessoas em 2010 – chegou ao Brasil em 2011 com o desafio de mostrar que boas ações são simples, rápidas, divertidas e têm um enorme potencial de transformar a sociedade. Na prática, o impacto social de uma boa ação, de um gesto de carinho ou de uma gentileza gera um fator multiplicador de bem-estar social.

Hoje, a iniciativa está presente em mais de 80 países, entre eles: Argentina, Austrália, Áustria, Bangladesh, Bielo Rússia, Bélgica, Belise, Bósnia, Brasil, Canadá, Colômbia, Costa Rica, Costa do Marfim, República Tcheca, Croácia, Dinamarca, El Salvador, Egito, Etiópia, França, Fiji, Finlândia, Alemanha, Grande Caimão, Geórgia, Grécia, Guatemala, Herzegovina, Hungria, Islândia, Índia, Indonésia, Irlanda, Israel, Itália, Japão, Jordânia, Cazaquistão, Quênia, Coreia, Kuwait, Líbia, Lituânia, Malta, Malásia, Macedônia, México, Moçambique, Nepal, Holanda, Nova Zelândia, Nigéria, Noruega, Paquistão, Panamá, Peru, Filipinas, Polônia, Portugal, Porto Rico, Qatar, Romênia, Rússia, Arábia Saudita, Escócia, Reino Unido, Sérvia, República Eslovaca, Singapura, África do Sul, Sudão do Sul, Espanha, Suécia, Suíça, Síria, Taiwan, Peru, Reino Unido, Estados Unidos, Ucrânia, Trinidad e Tobago,  e Vietnã.

Dê a sua opinião!

%d blogueiros gostam disto: